Cultura a la carte

Pegando carona no tema do programa Ecolândia dessa semana – Treze: o palco da Cultura – nada melhor do que mostrar um grupo de teatro da nossa cidade que está se destacando nas ruas da capital de São Paulo. Os integrantes do grupo são graduados em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Santa Maria e partiram para São Paulo para tentar ascender na carreira artística.

Após algumas apresentações em bares na madrugada paulista – o grupo que precisava de alguma renda para as despesas domésticas e  para se manter na cidade – teve uma idéia que aliaria o útil ao agradável: montar um cardápio com cenas de teatro que seriam vendidas aos passantes de uma das principais vias de São Paulo, como uma forma de conseguir se sustentar e também de levar a cultura e o entretenimento do teatro para o cotidiano das pessoas comuns.

Basta passar pela Avenida Paulista, mais precisamente em frente do Parque Trianon, para ver que a idéia deu certo. Em uma placa segurada por um dos cinco atores do grupo diz: “Vende-se cenas”.  E é assim que, com rostos pintados e figurino de teatro, os atores chegam até o público na rua. Ao parar para olhar a placa, a pessoa é abordada pelos integrantes do grupo que explicam: “você paga a partir de R$ 2,00 e pode assistir a uma cena agora”.

Quando alguém compra uma das cenas, os atores se organizam e a calçada vira um palco de teatro. Ali, não só quem comprou a cena assiste a apresentação, mas também dezenas de passantes param para olhar. No final muitos colaboram com alguma quantia para o grupo, o que lhes dá uma renda para que possam continuar vivendo na cidade.

A iniciativa dos atores, que saíram do interior do Rio Grande do Sul e foram para São Paulo, é uma forma de divulgar o trabalho por eles feito. No repertório apresentado pelo grupo, estão 20 cenas de 12 peças teatrais diferentes, dentre elas estão adaptações de Clarice Lispector, Luis Fernando Veríssimo e Plínio Marcos.

Do sucesso alcançado nas ruas de São Paulo, os integrantes do grupo Lara de Bittencourt, Marco Antonio Barreto e Graciane Borges Pires fundaram a Cia de Teatro Santa Víscera, que já participou de programas televisivos na TV Cultura e também na TV Globo.

O vídeo abaixo, do Programa do Jô, mostra um pouco mais do trabalho do grupo: