Notas e Notícias

  • A partir de hoje começamos a receber pelo nosso trabalho, é isso mesmo, pois até ontem os brasileiros trabalharam para pagar impostos nas três esferas de governo. Neste instante o impostômetro registra o pagamento de mais de 573 bilhões de reais em impostos no Brasil, sendo que, no RS o mesmo registra um valor superior há 8,7 bilhões de reais. Esses números mostram que a união fica com a grande fatia arrecadada, isso faz com que estados e municípios fiquem refém do governo federal. 

 

  • A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira uma proposta que flexibiliza o horário de transmissão da Voz do Brasil. O programa é transmitido obrigatoriamente pelas emissoras de rádio entre 19h e 20h. A proposta prevê que o programa seja transmitido entre 19h e 22h. O projeto precisa ser aprovado em plenário.

 

  • Após protestos das bancadas religiosas no Congresso, a presidente Dilma Rousseff determinou ontem a suspensão do chamado kit anti-homofobia, que estava sendo elaborado pelo Ministério da Educação para distribuição nas escolas. Segundo o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, “o governo entendeu que seria prudente não editar esse material”. O kit traz informações para ajudar no debate do homossexualismo entre os estudantes.

 

  • Não deve entrar em vigor em dezembro deste ano, da forma como foi aprovada em 2007, a lei complementar 52, que dispõe sobre as sacolas plásticas usadas por mercados e lojas em Santa Maria. Conforme a lei, as sacolinhas de plástico comuns deveriam ser substituídas por sacolas plásticas oxibiodegradáveis (são sacolas iguais às tradicionais, mas com um plástico diferente), embalagens retornáveis ou sacos de papel. Em uma reunião pública na Câmara de Vereadores, ontem, ficou definido que a lei deverá ser modificada ou até mesmo revogada. A reunião teve a presença de vereadores, especialistas, supermercadistas, Secretaria de Proteção Ambiental e representantes de ONGs e das indústrias de plástico.

 

  • O Código Florestal foi aprovado, ontem, pela Câmara dos Deputados e segue agora para apreciação do Senado Federal. Houve comemoração por parte dos ruralistas, já os ambientalistas acham que o texto deve sofrer modificações. O fato mais polêmico do Código Florestal é a emenda 164, que permite atividades agropecuárias em áreas de proteção ambiental. Além disso, a emenda da autonomia aos estados para que possibilitem  a regularização de áreas desmatadas.

 

  • Ontem o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UFSM organizou um manifesto pela qualidade do transporte público em Santa Maria na Praça Saldanha Marinho. As reivindicações são as seguintes: não ao aumento da passagem para R$ 2,30; por uma integração de “verdade” (para que o usuário não pague pela segunda passagem); mais qualidade no transporte e licitação para a escolha de empresas que realizam o transporte público em Santa Maria.

 

  • Fonte: Jornal Diário de Santa Maria e Jornal Arazão