Tratamento de esgoto

O esgoto é indesejado e se não for tratado, certamente poluirá e trará prejuízos ao ambiente. Por muitos anos se acreditou que o ecossistema se recuperava das agressões e que por si só conseguia dar conta de tudo que nele é lançado. Infelizmente, o volume da carga poluidora é muito maior do que a capacidade de recuperação natural da Natureza.

O programa do dia nove de setembro apresentou uma reportagem explicando o funcionamento do sistema que recolhe e trata o esgoto de Santa Maria e você pode acompanhar aqui no blog neste link ou abaixo.

Se você ficou curioso para ver como funciona isso tudo, acompanhe também o complexo processo de tratamento de esgoto de uma cidade. Aqui, no caso, o da cidade de São Paulo. (Créditos: Sabesp).

Novidades a partir do ano que vem

Para o ano que vem está previsto o início das obras de ampliação da rede de coleta de Santa Maria e os bairros da Região Sul estão incluídos no pacote. Aí chega a hora de fazermos a nossa parte. A Corsan lembra que “uma vez instalada a rede coletora e implantado o sistema de tratamento, é a vez de os clientes fazerem a sua parte, pois cada morador deve fazer a ligação da sua residência à rede coletora para contribuir com a saúde pública e a recuperação ambiental.”

O tratamento de esgoto deixa a água adequada para ser lançada no ambiente e também produz uma riqueza: adubo. A Responsável Química da Corsan aqui em Santa Maria Karine Kochhann Rhoden contou que há um projeto interessante em andamento. A Corsan e a UFSM estão estudando a qualidade dos resíduos da Estação de Tratamento de Esgoto para avaliar a possibilidade de uso desses resíduos. Ainda não há previsão mas caso o estudo aponte a usabilidade dessa sobra, ela poderá ser transformada em adubo para a agricultura.