Deixe seu carro em casa

Essa semana aconteceu o Dia Mundial Sem Carro. Trata-se de um movimento que começou em algumas cidades da Europa nos últimos anos do século 20 e logo se espalhou pelo mundo. O manifesto é uma forma de reflexão sobre os enormes problemas causados pelo uso massivo de automóveis como forma de deslocamento, principalmente nas grandes cidades, além de ser um convite para o uso de meios de transporte sustentáveis, como a bicicleta e os meios de transporte coletivo.

Mas porque é tão importante essa reflexão?

Todos os dias mais de 53 milhões de veículos circulam nas ruas das cidades em todo o país. Esses carros são responsáveis por 70% de toda a poluição dos grandes centros urbanos, por quilômetros de engarrafamentos, pelo aumento dos níveis de estresse da população e pela morte de milhares de pessoas anualmente, seja por acidentes ou por doenças causadas pela fumaça dos escapamentos. Além disso, há poluição sonora e comprometimento de grande parte da renda das pessoas

Se ligue, aí vai algumas pequenas ações que podem fazer toda a diferença para o planeta.

Peça e ofereça carona: Se você conhece algum vizinho que trabalhe ou estude perto de você organize um sistema de carona com essa pessoa. Você economiza no combustível e na manutenção do carro, desafoga o trânsito, e é uma boa oportunidade de conhecer melhor essas pessoas e fazer novos amigos. Dados apontam que se todas as pessoas que vão de carro ao trabalho pegassem uma carona uma vez por semana, o trânsito das cidades diminuiria em 12%.

Ande mais de ônibus: ao contrário de alguns meios de transporte público, como o metrô e os trens, os ônibus estão em todos os lugares e em qualquer cidade é possível pegar um para qualquer outro lugar. É uma boa maneira de se deslocar de forma sustentável e barata, além de que você pode aproveitar a viagem para ler um livro, ouvir uma música ou bater um papo sem precisar se preocupar com o trânsito.

Vá de bike: apesar de não parecer, se locomover de bicicleta pela cidade pode ser muito mais rápido que andar de carro. Além disso, elas são encontradas facilmente nos supermercados e a preços bem acessíveis, sua manutenção é muito barata e muitas coisas podem ser feitas por você mesmo. Sem contar que andar de bicicleta é uma das atividades físicas mais completas que existem e tem baixo risco de lesões.

Evite horários de pico: tente mudar seus horários de trabalho, estudo e demais compromissos. Nessas horas de pico, o congestionamento é muito maior e os níveis de poluição e estresse também. Saia de casa em horários alternativos e assim você pega ruas mais tranquilas e ônibus ou metrôs mais vazios.

Tudo isso representa toneladas de CO2 que deixariam de ser emitidos e quilômetros de engarrafamento a menos. Com cidades tendo um trânsito mais calmo, as pessoas tenderiam a caminhar mais, resgatando os espaços públicos e alcançando um novo conceito de qualidade de vida. Um trânsito mais cordial é melhor para todo mundo!