Vale a pena ser Caraíba?

O termo “caraíba” corresponde à denominação dada aos europeus pelos indígenas brasileiros.

 A atitude “caraíba” é bastante comum na sociedade de consumo intenso. Os desejos frenéticos de possuir cada vez mais e desenvolver a qualquer custo parecem apenas oportunos traços  caricaturais, empregados para criar o humor na tira acima.O uso do exagero, para que o leitor perceba o cômico, está sempre presente nas caricaturas.No último quadrinho,  observa-se uma expressiva caricatura; não de um ser humano, mas do cenário que representa uma floresta devastada, justificada pela conquista do “progresso”.Entretanto, o que é progredir?

O desenvolvimento sustentável, além de expressão da moda, é sinônimo de verdadeiro progresso. O progredir que tem uma visão a longo prazo, com riscos calculados e responsabilidade social. Atitudes sustentáveis começam no cotidiano. Na opção de escolher diminuir o uso de sacolas plásticas, por exemplo. Porque o “progresso caraíba” também se baseia na comodidade, afinal fica muito mais simples desmatar e ignorar as consequências.

Mudanças não são fáceis, mas teriam parecido fáceis daqui alguns anos, quando os recursos tornarem-se caros e escassos. Não é preciso exagerar em nada para fazer a caricatura do desmatamento das florestas ou do descaso cotidiano, basta descrever com precisão e aí está a caricatura.

Jean Senhorinho