2013 é o Ano Internacional de Cooperação pela Água

agua ano

Aqui no blog e também no programa, já falamos sobre a importância da água. A relevância do assunto é enorme porque a cada ano aumenta a demanda por este recurso.

Em 2011, a Agência Nacional de Águas (ANA) divulgou estudo que apontou as várias deficiências do sistema hídrico brasileiro. Segundo o documento, nosso país precisa investir R$ 70 bilhões até 2025, para oferecer água de boa qualidade para todos os municípios.  Entre as informações do estudo, estão os problemas associados à falta de tratamento e manutenção dos esgotos. O nordeste foi considerado a região que mais precisa de recursos do governo, pois, possui um contingente populacional elevado e uma oferta de água pequena.

No último dia 04 de março, a presidenta Dilma Rousseff destacou os bilhões de reais que o governo está investindo para levar água de qualidade a todos os nordestinos. Conforme Dilma, obras estruturantes, como barragens, adutoras, canais, estações de tratamento estão sendo construídas na região. Os principais programas nacionais de investimento em água são o “Oferta de Água” e “Água para Todos”, esse último vinculado ao Brasil sem Miséria. Nele se inclui os programas de construção de cisternas, tanto o operado pela Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA), como aquelas de polietileno distribuídas pela Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (CODEVASF), mas também a implantação de sistemas simples de abastecimento.

Roberto Malvezzi, do site Brasil de Fato afirmou que os investimentos do Plano Nacional de Saneamento Básico (PLANSAB), ao todo são R$ 426 bilhões, não estão sendo aplicados corretamente. Segundo ele, a revitalização do Rio São Francisco tem recebido investimentos em saneamento, mas a qualidade final das obras tem sido um desastre, quando não totalmente inconclusas e abandonadas pelas empreiteiras, exigindo novas licitações e aditivos para que sejam efetivamente concluídas em todos seus parâmetros projetados.

A problemática da água não se restringe ao Brasil. Por isso, em fevereiro deste ano, a UNESCO declarou 2013 como o Ano Internacional de Cooperação pela Água. O objetivo é conscientizar as pessoas de todo o mundo sobre importância de unir esforços para superar os inúmeros desafios que dizem respeito à gestão deste recurso.

Ao longo do ano, diversas iniciativas de sucesso em cooperação pela água serão destacadas. Educação Ambiental com foco na água, diplomacia sobre o recurso, entre outros temas, serão trabalhados em 2013. Tudo articulado aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

A campanha Water Cooperation 2013 é uma das ações que abrange o Ano Internacional de Cooperação pela Água. Ela visa evidenciar os potenciais da cooperação pela água e seus desafios, e facilitar o diálogo entre as pessoas, promovendo soluções inovadoras que favoreçam a cooperação pelo recurso.

E o que nós podemos fazer nesta campanha?

  • Promover o Ano Internacional de Cooperação pela Água e o Dia Mundial da Água – divulgar a campanha entre seus contatos e suas redes de amigos, colocar o banner e a logomarca da campanha no seu site ou blog, curtir a fanpage da campanha e compartilhar seus posts, entre muitas outras formas de divulgação.
  • Conscientizar a respeito dos benefícios da cooperação pela água.
  • Reforçar e compartilhar o conhecimento relacionado com o tema.
  • Desenvolver as capacidades dos stakeholders.
  • Promover parcerias, diálogo e cooperação entre os stakeholders.
  • Agir a favor da cooperação pela água.
  • Fortalecer a cooperação internacional no que diz respeito à água, a fim de preparar o caminho para que sejam atingidos os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

Para mais informações sobre a campanha Water Cooperation 2013, a programação dos eventos e download de materiais da campanha, clique aqui (documento em inglês).