Porque precisamos de um padrão?

Retirado da página Humor em tirinhas

A regra é clara, você cresce e sente a necessidade de adequar suas roupas, seu jeito de falar, seu modo de viver e principalmente o seu corpo para que esteja “na moda”. Até aí tudo bem, quando você de fato consegue seguir esse padrão que a mídia impõe e todos a sua volta reproduzem. Mas estar fora desses padrões acarretam inúmeros problemas com os quais convivemos diariamente. Ansiedade, baixa auto-estima, transtornos alimentares e assim por diante.  Os modelos impostos são cada dia mais persuasivos, grandes promessas, e por que não o questionamos ao invés de simplesmente não aceitá-los como leis.

Para discutir o tema, foram criados diversos movimentos engajados nessa conscientização que os modelos impostos existem e prejudicam em muito nossa vida. Nas redes sociais, várias páginas tem contribuído para o conhecimento sobre o tema, como por exemplo,  Feminart, Negahamburguer, História em Tiras, e  outras iniciativas.

Na produção cultural, pode-se dizer que é um dos locais onde mais existe a valorização excessiva da beleza. De maneira inovadora Boogie, uma cantora húngara, apresentou  o clipe da música Nouveau Parfum, do seu primeiro single. No decorrer do clipe fica evidente as transformações estéticas pelas quais a artista passa, até se tornar completamente irreconhecível. O trabalho de efeitos especiais foi realizado pelo artista Balázs Sánta.

Vale a pena assistir:

Ainda sobre o tema, assinalo textos de apoio:

http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/_ed794_o_padrao_de_beleza_imposto_pela_midia