Documentário: O veneno está na mesa

o veneno está na mesa

    Essa semana, o programa Ecolândia – o mundo onde a gente vive problematizou a questão dos transgênicos no Brasil. A partir do Projeto de Lei, aprovado em abril pela Câmara dos Deputados, que prevê a não obrigatoriedade da rotulagem de alimentos que possuam ingredientes transgênicos. Essa regulamentação causou muitas discussões que envolvem principalmente, a saúde e a questão do direito do consumidor de saber o que está comprando. Referente a saúde, ainda não há estudos que comprovem que produtos transgênicos causam danos para o corpo, mas é importante lembrar, que a semente modificada é mais resistente a pragas. Isso leva a utilização de maiores quantidades de herbicidas e também a procura de herbicidas ainda mais tóxicos. E consumir alimentos que tenham grande quantidade de agrotóxicos é comprovado que causa doenças relacionadas ao sistema reprodutor, endócrino e além disso, também ameaça os ecossistemas.

    Mas essa discussão não é recente. Em 2009, o diretor Silvio Tendler, lançou o documentário O veneno está na mesa, em que denuncia aos riscos ligado à plantação de transgênicos e do consumo de agrotóxicos, que são adquiridos junto com as sementes. O filme mostra que o Brasil é campeão mundial de agrotóxicos que afeta diretamente a alimentação do país e põe no prato dos brasileiros cerca de 5,2 litros de agrotóxicos por ano. Ele ainda evidencia, que quem lucra com tudo isso são as transnacionais que fabricam os agrotóxicos.

Abaixo, você confere o documentário na íntegra.