Veganismo: uma opção de qualidade de vida

Você sabe o que é veganismo? Este estilo de vida tem sido muito divulgado ultimamente, apesar de gerar dúvidas e críticas por parte da população. O veganismo costuma ser confundido com o vegetarianismo, porém os veganos eliminam todo o consumo de produtos de origem animal, desde a alimentação até roupas, medicamentos e cosméticos que foram testados em animais e não trabalham com vendas de animais e de produtos relacionados, enquanto os vegetarianos apenas retiram as carnes de sua alimentação.

Os indivíduos que aderem ao veganismo buscam esse modo de vida por preocupações com o meio ambiente, a saúde, por questões religiosas e éticas. A criação em massa de animais demanda uma grande quantidade de espaço, água, alimentos e energia, além da emissão de poluentes, o que resulta em um grande impacto no mundo como a destruição de florestas para expansão de campos, diminuição da água potável, extinção de espécies e erosão do solo. Além disso, no processo de obtenção e fabricação de produtos, os animais são tratados de formas cruéis e são explorados constantemente.

Nas fazendas de produção de leite, por exemplo, as vacas leiteiras passam por inseminações artificiais durante a vida inteira, pois elas só geram leite quando têm filhotes, e estes são abatidos quando novos. Já as galinhas passam a vida trancadas em gaiolas pondo ovos. Os animais também sofrem com constantes injeções de hormônios para um crescimento mais rápido e antibióticos para prevenir doenças que possam surgir nesses ambientes infestados de animais. Posteriormente, isso é ingerido pelos consumidores e ao longo do tempo causam problemas de saúde.

Na alimentação os veganos excluem produtos como ovos, mel, gelatina, leite, carne e derivados do seu dia-a-dia, buscando outros alimentos para substituí-los, como leite e proteína de soja, de grão de bico, de lentilha e tofu. O que muitas pessoas não sabem é que a dieta é adequada às necessidades do organismo e não apresenta nenhum prejuízo a saúde, porém é necessário que a pessoa procure um nutricionista para estabelecer uma alimentação equilibrada e para corrigir possíveis carências de nutrientes, como a vitamina B12, que dificilmente é encontrada em alimentos comuns.

Entre as principais dificuldades encontrada pelos adeptos, há a realidade que eles são alvo de bullying e problemas sociais pela falta de informação da sociedade, e também existem poucos locais, como restaurantes, que conseguem atender as demandas desse tipo de público e fornecer opções veganas em seu cardápio. Entretanto, com a preocupação da população acerca da saúde, as indústrias passaram a produzir mais enlatados, embutidos, hambúrgueres, sobremesas e pratos prontos com componentes voltados para os consumidores veganos e vegetarianos.

Para os interessados, é indicado que comecem a acrescentar aos poucos os novos produtos que devem ser incluídos no cardápio, diminua o consumo de alimentos de origem animal com o tempo e faça o que tiver ao seu alcance, porque são gerados um bem e uma diferença enormes quando se adere a uma alimentação mais ecológica e saudável.

7004235758_2b6966b83b_z

Imagem: Divulgação